Minas online

 

Corpo de Bombeiros Militar de Minas Gerais

Emergência ligue: 193

  • Increase font size
  • Default font size
  • Decrease font size
Pagina inicial

Enquanto houver esperança

Na última sexta-feira, 25/01, Minas Gerais reviveu cenas de desespero e horror que invadiram a cidade de Brumadinho, Região Metropolitana de Belo Horizonte. Por volta das 12h, foi anunciado o rompimento de uma barragem contendo rejeitos de processamento de minério, localizada na região do Córrego do Feijão. Assim que foi acionado, o Corpo de Bombeiros enviou aeronaves para sobrevoar a área atingida e se preparar para a maior operação da história da Corporação.

O volume de rejeito liberado se estendeu por aproximadamente 10km lineares e por uma área de 4 km², afetando diretamente a área administrativa da mineradora, incluindo um refeitório, em que se encontravam funcionários da Vale, além de empresas terceirizadas, ônibus e locomotiva. Imediatamente, após o acionamento, equipes do Corpo de Bombeiros Militar de Minas Gerais (CBMMG) se deslocaram para região e avistaram um cenário desolador. O terreno lamacento não permitia, por terra, uma progressão rápida e, assim, o apoio aéreo, por meio de helicópteros se mostrou essencial para salvar a vida de pessoas e animais que agonizavam em meio à lama.

Num primeiro momento, os helicópteros Arcanjo do CBMMG, Pégasus, da Polícia Militar de Minas Gerais e Carcará, da Polícia Civil de Minas Gerais, além de guarnições de bombeiros militares que avançaram por terra, atuaram de forma conjunta para garantir o salvamento de todos aqueles que clamavam por ajuda. Nos dias seguintes, tropas militares advindas de Israel, do Rio de Janeiro, São Paulo, , Alagoas, Espírito Santo, Paraná, Maranhão e Santa Catarina reforçaram as fileiras das equipes envolvidas na operação. O trabalho conjunto interagências garantiu que, nas primeiras quase 24h após a tragédia, 192 pessoas fossem resgatas com vida. Animais também foram salvos e encaminhados para fazendas da região para receber acompanhamento veterinário e alimentação. O emprego de cães e tecnologia tem sido fundamental para que os trabalhos sejam otimizados.

Até o momento, foram envolvidos mais de mil militares nas buscas e salvamentos, com uma média de 200 bombeiros por dia.

A abnegação de militares e agentes envolvidos na operação é a marca que qualifica o serviço de bombeiros militar. O dever de salvar e a missão de reduzir os impactos de uma tragédia de tão grandes proporções é o grande alvo do Corpo de Bombeiros Militar de Minas Gerais (CBMMG) neste momento.

Cenas de militares rastejando na lama, exauridos de cansaço, a procura de qualquer vestígio, mostra o quanto a Corporação leva em consideração a dor das famílias que buscam desesperadamente por um fio de esperança. E no que depender do CBMMG e de seus militares, lutaremos até a última gota de suor para reduzir a dor da sociedade mineira.

alt

alt

alt

Foto de capa: CBMMG/Douglas Magno

.

Veja mais fotos da Operação Brumadinho!

.

Acompanhe mais informações por meio de nossas redes sociais!

.

REDES SOCIAIS:

Facebook

Twitter

Instagram

Youtube

 
Comando-Geral: Rodovia Papa João Paulo II, 4143 - 5º andar - Prédio Minas, Bairro: Serra Verde - Belo Horizonte- MG - CEP: 31630-900