Minas online

 

Corpo de Bombeiros Militar de Minas Gerais

Emergência ligue: 193

  • Increase font size
  • Default font size
  • Decrease font size
Pagina inicial

CBMMG celebra os 25 anos de inclusão das mulheres na Corporação

Há 25 anos o ambiente exclusivamente masculino dos quartéis do Corpo de Bombeiros Militar de Minas Gerais (CBMMG) experimentava um novo tempo. A primeira turma formada por mulheres chegou para demonstrar que uma nova história seria escrita também por mãos e vozes femininas de uma geração determinada a vencer.

O Corpo de Bombeiros celebrou ontem e hoje (31/10), no auditório JK da Cidade Administrativa de Minas Gerais, esta importante data. A solenidade foi marcada por momentos de muita emoção, recordações e reconhecimento a essas bravas mulheres que romperam barreiras além do tempo.

A Dra. Laiza Daniele Nunes de Assumpção, vice-diretora da Fundação Oswaldo Cruz e esposa do Comandante-Geral, Coronel Cláudio Roberto de Souza, foi convidada para falar sobre o feito memorável da inclusão das mulheres nos Bombeiros. Ela discursou sobre a coragem e força da mulher, bem como seu papel na sociedade e destacou personagens emblemáticas na história de luta feminina. Sobre a ocaisão, ela ponderou: “Fiquei lisonjeada em participar deste momento histórico. Os 25 anos da entrada das mulheres no Corpo de Bombeiros é um avanço para a sociedade mineira. Elas trouxeram beleza e leveza para a Corporação. A mulher de forma geral, vem conquistando o seu espaço na sociedade e as bombeiras militares provaram que o serviço militar é sim, coisa de mulher. Elas estão em todas as funções e exercem com muita dedicação o seu ofício. E o mais importante de tudo, continuam sendo mulheres!”

Foram homenageadas as integrantes da turma 113, da primeira turma de oficiais bombeiras militar, militares que optaram em servir pelo Corpo de Bombeiros e as integrantes do quadro de oficiais de saúde e do quadro de praças especialistas de saúde que já estavam na corporação antes das soldados da primeira turma. A programação contou ainda com uma série de palestras sobre vários assuntos como Desafios da Mulher na liderança de uma organização militar, importância da organização financeira para uma vida saudável, como reconhecer e lidar com as diversas formas de assédio, o papel da mulher na transformação da sociedade, entre outros assuntos.

O final do evento foi marcado por uma grande surpresa. Faísca foi apresentada como a mascote feminina do CBMMG. A personagem reforça visualmente a boa prática da Corporação em reconhecer as mulheres como profissionais presentes e atuantes em todas as suas áreas de competência.

Histórico

O ingresso de mulheres nas fileiras da Corporação ocorreu a partir dos anos 1990 e se efetivou com a lei nº 11.099, em 18 de maio de 1993. A lei previa a possibilidade de emprego de mulheres nas atividades do Corpo de Bombeiros, fato inédito em Minas. Com a previsão em lei, oitenta mulheres ingressaram no Curso de Formação de Soldados.

A entrada das primeiras mulheres no Corpo de Bombeiros foi marcada pelo costumeiro rigor. E para acompanhar o aprendizado das recém-chegadas foram destacadas uma Tenente e uma Capitã da Polícia Militar. Os dois pelotões femininos tiveram seu curso nas dependências do 1º Batalhão de Bombeiros Militar (1ºBBM).

Elas foram submetidas a mesma grade curricular na qual foram também os homens da época: natação, salvamento aquático, mergulho, salvamento terrestre, salvamento em altura, ordem unida, educação física, combate a incêndio, entre outros. Fizeram também as atividades de campo nos moldes realizados por seus colegas com acampamentos e jornadas militares. Passaram pelas mais exigentes provas, testes de força, resistência, de técnica, levando-as constantemente a exaustão. Assim, após 9 meses de preparação, 67 bombeiras somavam-se aos quadros de soldados da Corporação.

alt

alt

alt

Crédito das fotos: Soldado Gláuber Fraga

Veja mais fotos do evento!

Assista ao vídeo comemorativo dos 25 anos da inclusão das mulheres no CBMMG!

 
Comando-Geral: Rodovia Papa João Paulo II, 4143 - 5º andar - Prédio Minas, Bairro: Serra Verde - Belo Horizonte- MG - CEP: 31630-900